O projeto “Papo de bebê” surgiu em 2015 com o intuito de possibilitar trocas e vivências entre pais e bebês, em um espaço agradável e acolhedor para todos. A partir desse formato inicial foram surgindo novas demandas que se configuraram em outros dispositivos de atendimento que realizamos atualmente.

Mas a nossa história começou mesmo bem antes do nascimento do “Papo de bebê”, há cerca de 15 anos, quando afinidades profissionais nos aproximaram no trabalho institucional com bebês, crianças com deficiência e seus familiares.

Esse encontro de práticas e afinidades teóricas se desdobrou em estudos, novos projetos e na aproximação com outros profissionais que também atuavam nas áreas da saúde, da educação e com a primeira infância.

Através de nossas vivências e estudos nos diferentes campos da infância e família fomos percebendo a necessidade em proporcionar um espaço de apoio e escuta que auxiliasse os envolvidos a passar pelos de desafios pertinentes à parentalidade e primeira infância.

Assim, considerando que cada um de nós é único, temos nosso tempo, história e percepção do mundo, diferentes situações e eventos acontecem que nos colocam frente a ideia de um novo bebê ou criança.

No entanto, é na possibilidade de colocar em palavras e inventar novos caminhos é que podemos trilhar outros percursos para nossa vida.

Assim surgiu o “Papo de bebê”, com o intuito de escutar suas experiências e proporcionar
espaços de troca.

Que tal batermos um papo? Mas não só sobre o bebê!