A brincadeira e o bebê

baby-72695_1280

Todo mundo sabe que  a brincadeira é essencial  para o desenvolvimento da criança desde os primeiros dias de vida, certo? Mas ainda existe quem acredite que não é bem assim. Com a valorização por parte da cultura e os aparelhos tecnológicos fazendo cada vem mais parte de nossas vidas, muitas vezes a brincadeira fica em segundo plano.  A ciência hoje, realça a importância do brincar para desenvolver as habilidades necessárias para a fundação das estruturas cerebrais dos bebês. Sabe-se que a função da brincadeira é também , a de   fortalecer o vínculo entre os “brincantes”, e a criança quando maior utilizará da  brincadeira como  via de expressão de sentimentos e situações vivenciadas por elas.

Em 2012  uma pesquisa foi realizada pelo instituto Ibope Inteligência em parceria com a Fundação Maria Cecília Souto Vidigal,  “A visão da sociedade sobre o desenvolvimento da Primeira Infância”,  e um dos resultados colhidos foi de que 19% dos entrevistados consideram o brincar importante, 55% deixavam a criança na frente da TV para aprender com os programas infantis (nem citavam a brincadeira como possibilidade de aprendizado) e 4% afirmaram que crianças de até um ano não precisam de estímulos. Elas aprendem sozinhas… Preocupante!

Veja a lista de brincadeiras para fazer com seu bebê, ou compartilhar na creche, ou no espaço de trabalho com os bebês!

 

Para bebês que ficam deitados – Coloque-o em frente do espelho e mostre a ele as partes do corpo. Uma dica é cantar aquela famosa canção que diz “cabeça, ombro, joelho e pé, joelho e pé”, tocando com a mão a parte citada. Leve-o embaixo de um “ginásio de atividades”, brinquedo em que se penduram objetos coloridos que se movimentam e fazem sons. Os penduricalhos devem estar próximos o suficiente para que ele possa tocá-los. Faça barulhos com um chocalho dos lados esquerdo e direito, e observe se ele presta atenção.

Para bebês que sentam – Dê revistas e diferentes tipos de papel para o bebê amassar. Outra possibilidade é utilizar papel celofane colorido. O barulho vai atrair o bebê, assim como as cores e a transparência. Estimule o bebê olhar pelo celofane amarelo e diga: “olhe, está fazendo sol”. Brinque de se esconder e aparecer por trás da porta. Até os nove meses, quando você se esconde, ele pensa que você sumiu. Quando o bebê percebe que você ainda está ali, ele acha a situação engraçada.

Para bebês que engatinham – Ponha objetos a certa distância dele e chame a atenção para que tente alcançá-los. Crie obstáculos para ele ultrapassar, com almofadas, e estimule-o a brincar sobre texturas, como cobertores ou a grama, e engatinhar sobre circuitos espumados, estruturas com lombadinhas e pequenos degraus, para fortalecer pernas e os braços.

Para bebês que andam – Faça cabanas de pano. Brinquedos de empurrar auxiliam no desenvolvimento motor do andar. Eles devem sustentar o peso da criança e ter resistência suficiente para ajudar no equilíbrio dos primeiros passos. Bonecos infláveis, como o João Bobo, são muito atrativos.
Você tem alguma outra brincadeira para indicar? Compartilhe aqui.

Conheça alguns livros que trazem ideias divertidas para estimular o bebê

Fonte: Aprenda 12 brincadeiras para bebês de até um ano, em Gazeta do Povo,  Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal http://desenvolvimento-infantil.blog.br/bebes-precisam-brincar-muito-veja-como-estimula-los/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *